Dermatoscopia de Couro Cabeludo

Dermatoscopia de Couro Cabeludo, também chamada Tricoscopia, é um exame que permite analisar o couro cabeludo e os fios de cabelo, através de um aparelho chamado dermatoscópio. Existem dermatoscópios portáteis, que aumentam a imagem em 10 a 20 vezes, e aparelhos mais sofisticados, como o Fotofinder®, que permite visualizar as estruturas em aumentos de até 120 vezes, viabilizando o estudo detalhado não só dos cabelos, mas também do couro cabeludo, de seu padrão vascular e distribuição de pigmentos, além de eventuais processos inflamatórios. O Fotofinder® permite também o registro fotográfico destas imagens e medição da espessura dos fios, importantes para seguimento do paciente, uma vez que viabilizam avaliar quantitativamente a resposta terapêutica.

Inúmeros sinais característicos das doenças do couro cabeludo não podem ser identificados clinicamente, a olho nú. A dermatoscopia permite a realização de diagnósticos mais precoces, poupa a indicação de biópsia em muitos casos e é essencial para o seguimento clínico dos pacientes.

O exame deve ser feito com os cabelos limpos e secos. Os fios brancos são menos visíveis nas imagens, de modo que aqueles pacientes que tem o hábito de pintar os cabelos, podem fazê-lo previamente ao exame, para facilitar a análise dos fios. Por outro lado, recomendamos que o paciente já tenha lavado os cabelos algumas vezes após a tintura, pois resíduos de tinta podem dificultar a visualização do couro cabeludo nas imagens.

Na investigação da causa da queda de cabelos, a dermatoscopia do couro cabeludo pode ser complementada com outro exame, o Fototricograma.