Alopecia de Tração

O hábito de usar os cabelos presos, em tranças, coques e rabos de cavalo, de forma que o penteado tracione intensamente os fios, pode levar a alopecia, principalmente na região das têmporas. É observada mais frequentemente nas mulheres, em especial naquelas com o cabelo crespo. A tração sobre os fios promove ruptura da haste do cabelo e pode causar destruição definitiva da papila dérmica, levando à perda capilar.

O quadro clínico se manifesta por redução dos fios longos nas áreas de tração, permanecendo fios curtos e finos. O tratamento implica em mudar o hábito que leva à tração e podem ser usados medicamentos para estimular o crescimento dos fios quebrados.

Outras situações, além da alopecia de tração, podem levar à quebra dos fios. O uso inadequado ou excessivo de produtos químicos como tinturas, tonalizantes, descolorantes e alisantes, escovas progressivas, uso de chapinhas e secadores de cabelo podem danificar a estrutura do fio de cabelo, tornando-o frágil, sem brilho, ressecado, quebradiço e com pontas duplas. Uma vez ocorrido esse dano, apenas com o crescimento do fio e renovação do cabelo poderemos observar razoável melhora destas alterações.